sábado, 30 de janeiro de 2010

Rogerio Varela no Gente do Paraná

Compromissos


Em função de compromissos anteriormente assumidos estarei impossibilitado de atualizar este blog até terça-feira.

PNDH-3

O debate à respeito dos impactos na agricultura do PNDH-3 foi bem interessante. Da indignação aos aspectos jurídicos, as diversas opiniões convergiram para a seguinte definição:
1-Que se reconhece a importância dos direitos humanos e os aspectos considerados positivos do PNDH-3;
2-Que será elaborado um manifesto à respeito dos pontos que afetam negativamente a agropecuária e o mesmo será encaminhado às autoridades dos três poderes;
3-Que será feita uma análise jurídica do documento;
4-Que outras entidades da agropecuária serão contactadas e convidadas a ampliar a discussão;
5-Que outros setores que já se manifestaram contrários a alguns aspectos do PNDH-3 serão contactados;
6-Que a SRP pautará seus atos pela legalidade absoluta.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

China poderá comprar suínos brasileiros

Associação Brasileira de Indústria Produtoras e Exportadores de Carnes Suína (Abipecs) sinalizou a abertura do mercado chinês para a carne suína por meio de compras diretas. Atualmente, o produto mato-grossense entra na China por Hong Kong.
Acrismat
Segundo o presidente da Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat, Luiz Antônio Ortolan Salles, a abertura chinesa é esperada pelos suinocultores há vários anos.
Outros mercados
Recentemente, o presidente da Abipecs, Pedro de Camargo Neto, disse existir expectativa de que a União Europeia abra seu mercado para o Brasil ainda no primeiro semestre. Ele também explicou que os Estados Unidos devem publicar, em breve, a análise de risco para importação do produto. Missões dos dois países já estiveram no País e, segundo Camargo, aprovaram as condições sanitárias. O acesso ao Japão e à Coréia também é aguardado para 2010.

PNDH-3

Hoje o dia será dedicado ao debate em torno do PNDH-3 e seus impactos na agropecuária.Agora de manhã entrevistas na Tarobá e na Record. Ao final da tarde, às 19:00h, debate na Rural.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Amanhã tem PNDH-3

Amanhã teremos debate na Rural à respeito dos impactos do PNDH-3 na agropecuária. Pretendemos elaborar um documento formal em nome dos presentes com o objetivo de encaminhar nossas considerações a autoridades dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.
Confirmações
Já haviam confirmado presença até o período da manhã presidentes de alguns sindicatos rurais da região tais como Cornélio Procópio e Arapongas, além de presidentes de algumas rurais do estado, como a Sociedade Rural do Oeste do Paraná. Também confirmou presença o deputado federal Abelardo Lupion (DEM) e existe a possibilidade do senador Osmar Dias estar presente, segundo assessores que entraram em contato conosco durante a tarde.
Documento abrangente
Não vamos discutir nada do PNDH-3 que não esteja diretamente relacionado com a atividade agropecuária. Mas, para podermos discutir , fui obrigado a ler todo o documento e realmente dá para perceber os motivos das insatisfações, especialmente dos meios de comunicação e da igreja.
Questões urbanas
Entretanto há algo que me intriga. Quem será que irá se manifestar em nome dos proprietários de áreas urbanas? Acho estranho ninguém ter feito qualquer manifestação relativa às questões urbanas que estão sendo diretamente tratadas neste plano. Por exemplo: quando se fala de exigir-se a realização de audiências públicas que antecedam às decisões judiciais de reintegração de posse, isto está no capítulo dos conflitos urbanos. É claro que estamos incluídos, mas a novidade é a inclusão das terras urbanas.
Função social
Também quando o PNDH-3 toca na pretensão de se elaborar e institucionalizar um marco legal claro à respeito da função social da propriedade, estende esta pretensão à imóveis urbanos. Se entendi bem, imóveis urbanos também estariam sujeitos ao cumprimento da "função social" que é uma das formas previstas para a desapropriação das terras rurais... É a tal relativização do direito de propriedade.

Inesquecível

http://pacocacomcebola.blogspot.com/2010/01/cuidado-cabecas-de-bagre-este-video-e.html

Gente do Paraná

Hoje de manhã gravamos o programa Gente do Paraná. O convidado de hoje foi o Paulo Pissoloto, empresário do ramo artístico de muito sucesso e que é daqui de Londrina. Lançou a dupla Fernando e Sorocaba e o Luan Santana. Gostei muito da conversa , falando sobre o meio artístico. Segundo ele, a grande promessa do sertanejo universitário é a dupla Santiago e Querubin.

Nação de agricultores

Já escrevi por aqui à respeito das caractrísticas de cada tipo de nação e sua aptidão à guerra. As nações de agricultores historicamente tinham alguma aptidão à guerra mas desde que fossem curtas e ocorressem no período de desenvolvimento das lavouras porque, durante a colheita e plantio, os exércitos de lavradores se desmobilizavam.
Nações de pastores.
Na antiguidade eram as nações mais adaptadas às guerras porque se deslocavam com seus rebanhos, suas famílias e, principalmente, sua fonte de alimentos: o gado. Eram temidos.
Agricultores fazem palestras
Foi fazendo analogia com as características das nações da antiguidade (originalmente classificada por Adam Smith) e os agricultores atuais que cheguei à conclusão de que a dificuldade de mobilização atual é fruto das mesmas dificuldades dos guerreiros agricultores do passado: não dá para deixar os campos em determinadas épocas. Por isso, apenas diante de situações realmente críticas há a mobilização da agricultura. Em outras circunstâncias, o máximo que conseguimos é a organização de uma palestrinha e olha lá.

Isso são horas?

São 6:50 e em minutos gravo o programa Gente do Paraná desta semana que deverá ir ao ar hoje à noite. O pessoal da Multi TV "adorou" a ideia: gravamos antes do horário comercial, edita-se à tarde, consertam minhas barbeiragens e coloca-se no ar à noite.

Dias curtos

Em pleno verão, quando convivemos com os dias mais longos de nosso ano, estão faltando algumas horas por dia. Ao menos para postar por aqui. O volume de trabalho, mesmo considerando o excelente planejamento elaborado por nossa equipe na Rural, exige uma quantia de horas diárias, especialmente para atendimento de parceiros da ExpoLondrina, que tem me impedido de postar com a frequência que estava acostumado. Ao menos em teoria, após o dia 11 de fevereiro terei muito mais tempo.

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Apolo 13 e BBB 10

Dei uma rápida passada por alguns sites de notícias e não vi uma palavra sequer escrita à respeito do BBB 10. Lembrei-me do filme Apolo 13, com o Tom Hanks, quando os astronautas interagem coma as câmaras imaginando que , na Terra, as pessoas estariam ligadas em suas TVs acompanhando tudo ao vivo. Na verdade, estavam em circuito fechado com a NASA. Acho que foi no filma Apolo 13 que vi esta cena...Lembrei-me, apenas isso, até porque acredito que o BBB 10 será um sucesso de audiência até ao final.

Feijão


Produtores de feijão já começam a se preocupar devido as diferenças entre o preço do feijão no mercado físico e os preços mínimos de garantia divulgados em Novembro. Em função dos preços mínimos divulgados de R$ 80,00 a saca, produtores investiram na cultura. Entretanto, os preços praticados no mercado hoje na região oscilam entre os R$ 40,00 e R$ 50,00. A solução? As clássicas A.G.F. (Aquisições do Governo Federal) que já começam a ser reivindicadas pelos plantadores de feijão.

Blog da ExpoLondrina

Logo a assessoria de imprensa irá detalhar a informação mas, dentro do nosso projeto de "inclusão digital" da ExpoLondrina , em breve haverá a divulgação e o início dos trabalhos de nosso blog e de nosso twitter. Aliás, o twitter já está operando, ainda em fase de aquecimento, mas já está operando.
Desinclusão digital
Ontem a expressão "inclusão digital" foi banida de meu vocabulário para fins de referência ao processo de modernização de nossa comunicação. Segundo a maioria esmagadora dos participantes da reunião de ontem para tratarmos do blog da ExpoLondrina , do nosso twitter e de outras novidades, a expressão "inclusão digital" seria mais apropriada a um processo de disponibilização da internet e das ferramentas que propiciam sua utilização. A adesão ao processo, como é o caso da ExpoLondrina, não estaria incluída nesta condição. Portanto, daqui para frente vou tratar a questão como adesão digital.

FILO

Nossa reunião com o FILO ainda não aconteceu. Foi transferida para hoje. O FILO tem sido um grande parceiro da ExpoLondrina desde 2008, quando o FILO participou da exposição pela primeira vez. Desde então, tem viabilizado espetáculos fantásticos aos visitntes da Expô.

domingo, 24 de janeiro de 2010

Defensores da transição demográfica

Jeffrey Sachs, autor do livro "A Riqueza de Todos" e diretor do Instituto Terra da Universidade de Colúmbia, está entre os defensores da transição demográfica.
Meio termo
Este grupo intermediário reconhece os ganhos advindos do desenvolvimento tecnológico e sua capacidade, ainda que parcial, em substituir a limitação dos recursos obviamente fixos dos recursos naturais.
Exemplo
Os ganhos de produtividade na agricultura através da seleção de variedades de sementes, aprimoramento das técnicas de irrigação e cultivo permitem que se produza cada vez mais em uma menor área. Sem dúvida preservando o meio ambiente por evitar a expansão das fronteiras para aumentar-se a produção.
Crescimento populacional
Entretanto, o crescimento populacional ainda tem um impacto severo sobre as bases fixas dos recursos naturais.Trata-se de uma balança,ora pendendo para os ganhos tecnológicos, ora para os impactos sobre o meio ambiente planetário.
Resultado
O resultado decorrente das forças antagônicas do desenvolvimento tecnológico e do aumento da população dependerá da eficácia das novas tecnologias em substituir os processos naturais dos quais nos utilizamos além claro, do comportamento da população.
Redução voluntária da fertilidade
Os defensores da transição demográfica sugerem que se deva empreender esforços públicos para a aceleração da redução voluntária das taxas de fertilidade para que se alcance a estabilidade da população mundial.
Duas frentes
Com ações sobre o crescimento demográfico, haveriam duas frentes de ações: a tecnológica, aprimorando a eficiência na utilização dos recursos e processos naturais, e a populacional, diminuindo a pressão da demanda pelos mesmos recursos e processos.

Os Pessimistas Populacionais

Existe um contingente de economistas que acredita que a humanidade caminha para o esgotamento dos recursos naturais do planeta. Água doce, fontes energéticas, habitats e biodiversidade estariam sobre intensão pressão.
Quanto mais, pior.
Segundo eles, não há tecnologia capaz de superar os limites dos recursos naturais. Estaríamos sobrevivendo em um mundo que caminha, se nada for modificado, para um fim catastrófico sob o ponto de vista da capacidade de suporte da espécie humana e o crescimento da população seria o agravamento desta condição, não contribuindo em nada para a solução do problema.

sábado, 23 de janeiro de 2010

Quanto mais melhor?

Já ouviu falar dos economistas "otimistas populacionais"? Estes economistas acreditam que não há limite populacional para nosso planeta porque sempre haverá tecnologia suficiente para criar as condições necessárias para abrigar qualquer quantidade de pessoas.

Simon Kuznets e Michael Kremer
Estes economistas defendem a tese de que quanto maior a população, maior a tendência desta população produzir os avanços tecnológicos. Consideram que o avanço econômico e tecnológico provém da parcela considerada "genial" da sociedade.
Gênios
Segundo os economistas citados, os gênios representam uma fração pequena mas constante das populações o que significa dizer que quanto mais gente, mais gênios também.
Muito mais gênios
Assim, em uma população de 1 bilhão de pessoas, haveria 10 vezes mais gênios do que em uma população de cem milhões ,resultando em uma produção científica e tecnológica muito maior.
Mundo moderno
Como a atestar esta tese, o crescimento econômico moderno poderia ter sido estimulado pelo fato da população ter atingido a marca de 1 bilhão por volta de 1830 , gerando um número de cérebros geniais capazes de desencadear uma revolução tecnológica mundial e suas consequências que vivenciamos atualmente.
Em tempo
Em tempo: existem ainda os economistas classificados como "pessimistas populacionais" e aqueles que entendem ser necessaria uma transição demográfica para taxas de fertilidade menores, especialmente em populações mais pobres.

Planeta água

Água é que não falta neste planeta. O problema é que 97,25 % desta água está nos oceanos e é salgada: imprópria ao consumo ou à agricultura.

Geleiras
Dos 2,75% restantes de água doce, 3/4 estão localizados nas geleiras, no gelo do mar e nas placas de gelo da Groelândia e da Antártida.
Resto disponível
A maior parte da água doce restante esncontra-se nos lagos e uma quantidade ainda menor nos rios, pântanos e atmosfera.Os rios respondem por apenas 0,0001% da água do planeta.

Guerra de água


Regiões secas estão mais pré dispostas a guerras e conflitos? Aparentemente, sim. Edward Miguel e colaboradores são os responsáveis por esta contribuição científica que estabelece a conexão entre escassez de água e conflitos.
Elo chave
Segundo os estudos, parece que o declínio na quantidade de chuvas provoca o encolhimento da economia devido às quebras de safras agrícolas e o suprimento de alimentos que acaba por desencadear os conflitos.
Análise comparativa
Quando os autores compararam as chuvas com as variáveis políticas tais como democracia, divisões étnicas, divisões religiosas, herança colonial, etc, concluiu-se que a variável chuva foi mais importante do que as políticas quanto à temporalidade e ao local dos conflitos.
Conclusão
A leitura dessas descobertas, segundo os autores, é que os fatores econômicos decorrentes da escassez de chuvas impõem-se sobre todos os demais como causa dos conflitos civis na África e que os aspectos institucionais e políticos têm impacto muito menor.

Festival de Música de Londrina


Falta pouco para definirmos a programação do F.M.L. durante a ExpoLondrina 2010. Ontem, durante a reunião com a Lilian Almeida, definimos as alternativas e na segunda devemos aprovar a formatação final em reunião de diretoria. O Festival de música participa da Expô desde o ano passado e somou-se ao FILO na nossa agenda cultural.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

PNDH-3 e seus impactos na agropecuária

No dia 28 de janeiro, quinta feira, à partir das 19:00 hrs vamos discutir um pouco os impactos da do PNDH-3 na agropecuária. Estamos convidando produtores e lideranças para debatermos o plano.

Código florestal

Já há um substituivo para o Código Florestal Brasileiro que deverá ir ao plenário assim que se reiniciarem os trabalhos legislativos.

Filo


Hoje temos reunião com o pessoal do Filo. Estamos com uma ótima parceria desde 2008 e esperamos viabilizar uma boa programação na ExpoLondrina para este ano.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Água e desenvolvimento


Pois é, água e desenvolvimento são fortemente correlacionados. A variação na disponibilidade de água das regiões está forte e negativamente relacionada à renda per capita. Países com uma variabilidade muito grande de chuvas tendem a ser mais pobres, enquanto a baixa variabilidade (maior previsibilidade) está associada à prosperidade econômica.
Irrigação e armazenagem
Isto sugere que é necessário desenvolver-se o armazenamento de água durante estações chuvosas e também dos sistemas de irrigação durante os períodos secos em países e regiões com alta variabilidade de precipitação pluviométrica
Pobreza
As regiões mais pobres do planeta são aquelas onde há baixa quantidade de água disponível por pessoa, falta de irrigação e reduzida capacidade de armazenamento por falta de barragens, reservatórios, de rios perenes ou cheias sazonais.
Tensão hídrica
Asssim, os dez países detentores dos menores índices de desenvolvimento humano do mundo são píses que vivem exatamente sobre tensão hídrica: Níger, Serra Leoa, Mali, Burkina Faso, Guiné Bissau, República Centro-Africana, Chade, Etiópia, Burundi e Moçambique.

Cafezinho: preto ou com leite?

Cafezinho: preto ou com leite? Segundo o Governador Roberto Requião, esta pergunta era capaz de acabar com o humor de um ex-governador que tinha dificuldades para tomar decisões. Requião, que prefere o café puro, usou esta história para reafirmar sua decisão em construir no local já definido pela Sanepar a futura estação de tratamento de esgoto da zona sul. Optou pelo benefício à maioria , mesmo diante dos protestos dos futuros vizinhos da estação de tratamento que será construída.

A verdade.

A verdade é essa: eu gosto de rock. E também gosto de jazz e MPB. E de guarânia, principalmente se tiver uma harpa paraguaia no meio e eu estiver em alguma churrascaria de beira de estrada. E de samba bom também. Gosto de Pink Floyd, Led Zeppelin, Doors, Eric Clapton, Janes Joplin e Jimy Hendrix. Gosto de Aretha Franklin, Milles Davis, Guerswing e Diana Krall. Egberto Gismont, Chico Buarque, Tom Jobin, João Bosco, Maria Rita e sua mãe. Isso sem falar em Arrigo Barnabé e Itamar Assunção. Gosto de Zeca Pagodinho e do samba de Aldir Blanc e João Bosco, que dizem que estão compondo juntos novamente. E de muito mais coisas, inclusive um pouco de sertanejo e ,entre as duplas novas, acho que Victor e Leo tem todas as condições de ampliarem a abrangência de suas músicas , enveredando pelo folk, estilo Symon & Garfunkel ou C.S.N. & Young. E da Norah Jones. E da Alicia Keys. E de um monte de outras coisas.

O café de novo

Problemas com a comercialização do café. Muitos produtores que comercializaram o café junto ao governo federal estão com dificuldades em receber. Acontece que haviam regras para a classificação deste café,basicamente uma certificação feita por alguma empresa certificadora credenciada. Entretanto, lotes certificados regularmente estão sendo reavaliados e desclassificados. Isto tem gerado dois tipos de problema:o primeiro se refere ao não pagamento do café entregue; o segundo quanto às entregas futuras pois alguns produtores perderam a confiança no negócio. Já há uma reunião de abrangência nacional de produtores de café agendada. Será realizada em Minas Geraes e produtores e comercalizadores de café de Londrina participarão do encontro.

Gente do Paraná

Ontem entrou no ar no programa Gente do Paraná, na Multi TV, que entrevisto Anísio Tormena, presidente da Associação dos Produtores de Bioenergia do Paraná. O Anísio conhece tudo sobre o assunto, além de ser uma pessoa muito agradável e simpática.

Monteiro Lobato

Não sabia, mas a grande disputa judicial quanto aos direitos autorais relativos à obra de Monteiro Lobato já está superada e quase a totalidade de sua obra, inclusive a infantil, já foi reeditada. Meus filhos não conhecem bem a literatura infantil de Monteiro Lobato porque até há pouco não se encontravam publicações novas. Os livros da minha infância haviam sido editados sob outras regras ortográficas e, por isso, meus filhos pouco conheceram das aventuras de Pedrinho ,Narizinho,Visconde de Sabugosa, D.Benta, Tia Anastácia,Emília...

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Anísio Tormena no Gente do Paraná

Osvaldo Militão

Hoje o jornalista Osvaldo Militão deu uma passada na Rural e pudemos conversar um pouco. Conhece bem a história da Rural e está sempre muito bem informado. Militão divulga o Baile da Rainha desde a sua primeira edição e já o organizou algumas vezes. Certamente ocupa um lugar de destaque entre aqueles que podem ser considerados como grandes amigos da Sociedade Rural do Paraná.

69 anos

Recebemos convite para o aniversário de comemoração dos 69 anos de fundação do Aero Clube de Londrina. Incrível: o Aero Clube tem quase a mesma idade de nosso município.

Ajuda a desabrigados

Acabei de receber uma ligação do superintendente da Infraero em Londrina, Marcos Vinícios Rezende Pio. Ele me informou que o aeroporto de Londrina está engajado em uma campanha nacional da Infraero de arrecadação de doações aos desabrigados das chuvas de São Paulo e Rio de Janeiro. Já está tudo organizado: basta encaminhar ao aeroporto de Londrina alimentos não perecíveis, água, roupas (em bom estado) e material de higiene. Na sequência, a própria Infraero se encarregará de encaminhar as doações aos centros de distribuição em São Paulo e no Rio de Janeiro via aérea, contando com a colaboração das empresas de aviação.

http://twitter.com/expolondrina

Esse é o endereço da Expolondrina no twitter, http://twitter.com/expolondrina . Quem será o primeiro a seguir a Expô?

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Entrevista coletiva


A entrevista coletiva foi muito concorrida. Divulgamos nossa grade de shows e o fornecedor de bebidas entre outras informações. A imprensa compareceu em peso deixando claro o quanto esse evento é importante para nossa cidade. A responsabilidade aumenta, assim como a vontade de promovermos a melhor exposição da história da Rural

Brahma


Vamos de Brahma na ExpoLondrina 2010,com camarote Brahma igual ao do carnaval do Rio e tudo o mais que esta parceria pode proporcionar.

Grade de Shows da ExpoLondrina 2010

dia 1/4 Victor & Leo;
dia 3/4 Hugo Pena & Gabriel;
dia 4/4 Luan Santana;
dia 5/4 Jorge & Matheus;
dia 6/4 Inimigos da HP e Jean e Júlio (Noite Universitária);
dia 7/4 Maria Cecília & Rodolfo;
dia 8/4 João Bosco & Vinícios;
dia 9/4 Rodeio P.B.R.;
dia10/4 Rodeio P.B.R.;
dia 11/4 Rodeio P.B.R.

Grade de shows

Hoje, divulgaremos a grade de shows da ExpoLondrina. Sei que vamos agradar a maioria, pois a escolha foi baseada em pesquisa feita junto à população. O interessante é que fizemos a pesquisa tanto com aqueles que frequentam a expô quanto com pessoas que não costumam ir ao Parque Ney Braga. Por incrível que pareça, os resultados foram praticamente idênticos.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Vale negocia com a Bunge

A Vale negocia a compra a divisão de fertilizantes da Bunge. Excelente notícia para o setor pois trata-se de uma empresa de mineração e que não participa de outras fases da cadeia agrícola, como a Bunge, por exemplo.

Brasil,U.S.A. e Japão

Os Estados Unidos não escondem que tem interesse em nossa carne bovina. Gostariam de importar nossa carne resfriada para produzirem hamburguer e, desta forma, exportarem sua produção própria para o Japão. Mas este plano, que não é novo, sempre acaba emperrando por algum motivo. Em 2005, a questão da febre aftosa. Agora, a valorização do Real e a diminuição do consumo no Japão. Quem sabe um dia?

Sushi x Carne bovina


O consumo de carne bovina no Japão em novembro caiu 10% em 2010 quando comparado ao ano de 2009. Foram cerca de 67 000 toneladas (equivalente sem osso). Não temos os números do consumo de sushi.

domingo, 17 de janeiro de 2010

Marca da cerveja


Enquanto as atenções estão totalmente voltadas para a nossa grade de shows da ExpoLondrina 2010, poucos estão sabendo mas na terça também divulgaremos o fornecedor oficial das bebidas da ExpoLondrina 2010. Em 2007 fizemos uma pesquisa junto aos visitantes e constatamos que, naquela ocasião, a marca da cerveja foi o principal ítem de insatisfação junto ao público masculino. O público femininio não dá a menor bola.

Segundona na Rural

Esta segunda vai ser das boas. Vamos tratar de assuntos tão diversos quanto os detalhes relativos à entrevista coletiva do dia 19 e o Plano Nacional de Direitos Humanos. Passaremos ainda por reuniões específicas relativas à inclusão digital da ExpoLondrina e a concentração da indústria frigorífica. Por isso que, como nosso coordenador geral costuma dizer : "trabalhar na Rural não tem dinheiro que pague... mas também não tem dinheiro que remunere." É desse jeito mesmo e , diante de um dilema como esse, a opção pela prática correta: trabalho voluntário e não remunerado!

sábado, 16 de janeiro de 2010

Programa Gente do Paraná - Entrevista com Moacir Sgarioni

No vídeo acima você poderá assitir a entrevista com Moacir Sgarioni, que foi ao ar no dia 30/12/2009 no programa Gente do Paraná exibido pela MultiTV.

Ovos


Fui hoje ao lançamento de um empreendimento muito bacana do Grupo Seven. Tal grupo instalou em Centenário do Sul uma unidade de matrizes avícolas com capacidade para mais de 100 000 aves, entre galinhas e galos.

Ovos

O objetivo é produzir ovos geneticamente superiores para o mercado interno e externo de futuros frangos que serão destinados ao abate. Essa é a lógica da agroindustrialização: utilizar o milho e a soja aqui produzidos transformando-os em ração,que é então destinado às matrizes que por sua vez produzem os ovos.

Geração de riquezas

Assim , há um segundo ciclo de geração de riquezas, de empregos,impostos e rendas neste processo de transformação da proteína vegetal da soja e do milho em proteína animal, aves e ovos.

Gente do Paraná- Entrevista com Dona Rosalina Batista

No vídeo abaixo você poderá conferir a primeira entrevista do programa Gente do Paraná, que foi exibido na MutiTV, no dia 23/12/2009.

Rock in Rio ou Rock in Rural?


Dia destes comentamos que já haviam se passado 25 anos da realização do inesquecível Rock in Rio. Mas a paixão pelo rock, pelo jeito, não acaba nunca. Pode-se ver claramente pelos comentários da próxima postagem na sequência desta aqui . Trouxe essa postagem aqui para cima no blog para quem tiver curiosidade dar uma olhada especialmente nas reinvidicações do pessoal do Rock. Aí fiquei pensando...Quem sabe um Rock in Rural, no futuro?

Festival de música na ExpoLondrina


Olha só a polêmica em torno das atrações da Expô. O pessoal pede de tudo, mas olhando atentamente, dá para verificar mais ou menos qual é o gosto predominante.Dia 19, às 10:00h,vamos divulgar a grade e uma série de outras informações à respeito da ExpoLondrina 2010 em entrevista coletiva.


Obs.: Esta foto aí é do show do João Bosco e Vinícios da Expô 2009 e foi tirada lá de cima do palco, por um componente da equipe da dupla.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Entrevista coletiva

Provavelmente nossa entrevista coletiva não será tão concorrida com essa aí do Lula, mas a nossa já está confirmada para o dia 19, terça-feira, às 10:00 hrs, na Sociedade Rural do Paraná, quando anunciaremos nossa grade de shows, política de comercialização de ingressos, calendário de eventos paralelos e algumas boas novidades da ExpoLondrina 2010.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Expô

Como se referir à Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina?Expô Londrina,
Expo Londrina,Expolondrina ou ExpoLondrina?
Expô Londrina
Considerando a palavra "Expô" como uma oxítona, evidentemente exige esse acento circunflexo aí. Mas cá entre nós: fica feio para chuchu! Expô Londrina: descartado.
Expo Londrina
Também poderíamos adotar esta grafia, considerando a sílaba "ex" como tônica o que suprimiria qualquer acento. Mas aí resultaria em uma sonoridade meio americanizada, incoerente com nosso nortão do Paraná. Também não vamos de Expo Londrina...
Expolondrina
Gosto desta maneira de referir-me à nossa exposição. Mas há um problemão: londrina com letra minúscula? Tá certo que, neste caso, Londrina está fazendo parte de uma nova palavra promocional,não está isolada o que autorizaria seu uso desta maneira.Mas não dá para ficar chamando Londrina de londrina, mesmo com autorização gramatical.
ExpoLondrina
Acho que é por aí. Mesmo que em minhas postagens eu use todas as formas descritas até o momento indiscriminadamente, durante reunião com a jornalista Raquel Rodrigues optamos por esta grafia.Vamos de ExpoLondrina, apenas Expô para os íntimos.
Obs.: Quanto ao hífen, não vamos nem tocar no assunto, ok?

Açúcar para a Índia






















A Índia prorrogou a isenção de taxas sobre a importação de açúcar demerara (não totalmente pronto para consumo) com o objetivo de diminuir os preços internos. A Índia produziu este ano apenas 65% da quantidade necessária ao abastecimento interno. Ontem , ao conversar com Anísio Tormena, presidente da Associação Paranaense dos Produtores de Bioenergia, ele me disse que a quebra da safra de cana-de-açucar indiana não teve impacto importante no aumento dos preços do etanol brasileiro.

A primeira impressão é a que fica


















No período da manhã, estivemos no aeroporto de Londrina e nos reunimos com o superintendente da Infraero, Marcos Vinícios Rezende Pio. Particparam da reunião o coordenador geral da Expólondrina 2010, Beto Barros, e o nosso superintendente Bruno de Oliveira. Nosso objetivo é preparar a recepção aos visitantes da Expolondrina também no aeroporto e o superintendente da infraero Pio, além de abraçar a idéia, trouxe á reunião exemplos de iniciativas similares em outros aeroportos pelo Brasil.

Reunião na ADEVILON

Hoje à tarde, vou até a Adevilon para conversarmos sobre melhorias no Parque Ney Braga no sentido de melhorarmos a acessibilidade geral de nossos espaços, especialmente porque a Expolondrina 2010 está próxima. Certamente avançaremos.

Sucessão estadual: últimas velhas notícias


Pessutão não abre mão sob hipótese alguma de sua candidatura. Afirmou em entrevista ontem que qualquer especulação sobre apenas assumir o governo do estado do Paraná em Abril e deixar de candidatar-se não tem fundamento algum. Quanto suas chances, lembrou as eleições estaduais de 2002 e a primeira eleição de Kassab à prefeitura de São Paulo.

PSDB indefinido

Ao menos publicamente é o que parece: O PSDB ainda não se decidiu entre Beto Richa e Álvaro Dias. Entretanto, corre na blogosfera a versão de que já estaria tudo definido, inclusive junto à direção nacional do PDSB.

PDT

Osmar é candidato.Não há o menor indício de que o senador Osmar Dias não seja candidato pelo PDT ao governo do Estado, muito pelo contrário. A palavra mais utilizada pelo senador é "irreverssível".

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Poucas imagens

Acostumei com postagens complementadas por fotos e imagens aqui neste blog. Estou sentindo falta, está feio.

Eixo Orientador2 : Desenvolvimento e Direitos Humanos

Esta parte do PNDH inclui as Diretrizes 4, 5 e 6.Começa com o básico: os objetivos estratégicos abrangem as "ações programáticas" relativas à expansão das políticas de geração e traneferência de renda, o avanço na implantação da reforma agrária,incentivo ás poílticas de economia solidária,cooperativismo e associativismo.
Extrativismo e debate
Também prevê o fortalecimento de políticas públicas de apoio ao extrativismo e manejo florestal comunitário ambientalmente sustentáveis ao mesmo tempo que pretende fomentar o debate sobre os impactos da expansão de plantios de monoculturas, tais como eucalipto, cana-de-açúcar,soja,etc...
Óbvio
A erradicação do trabalho infantil também está incluído neste Eixo Orientador e a primeira recomendação desta parte do documento se dirige aos estados para que estes atuem especificamente no combate à exploração sexual de mulheres no turismo sexual.
Muito mais
O documento continua abordando questões diversas relativas à índios,geração de emprego e renda, inclusive rural, fomento a aquicultura e à pesca sustentáveis, turismo sustentável,modelos de produção agroecológica e pesca artesanal .
Fiscalização e debate
Também discorre sobre objetivos como o fortalecimento da legislação e fiscalização para se evitar a contaminação dos alimentos por agrotóxicos, promover pesquisas voltadas à temática socioambiental,agroecologia e produção orgânica.
Princípio da precaução
Também são previstos esforços para garantir a aplicação do princípio da precaução, de fomento à tecnologias de gerenciamento de resíduos sólidos e emissões atmosféricas de gases, além de abordar questões superficiais relacionadas à biotecnologia e a nanotecnologia e seu impacto em temas de Direitos Humanos!
Muito mais
O documento vai desenvolvendo muitos outros temas até fazer a segunda recomendação: que o Poder Judiciário aplique o conceito constitucional da função social da propriedade. Pelo que entendi, neste ponto trata também da propriedade urbana. Posso ter entendido errado.
Imposto sobre grandes fortunas
O documento recomenda aos Poderes Judiciário e Legislativo estimular o debate para revisão dos procedimentos adotados na etapa legislativa do processo orçamentário, possibilitando envolvimento da população na discussão.Também recomenda ao Poder legislativo que legisle sobre o imposto sobre grandes fortunas.
Direitos ambientais e humanos no código florestal
Este eixo orientador se encerra ao estabelecer como objetivo estratégico a inclusão do item Direito Ambiental nos em relatórios dos Direitos Humanos. E vice e versa. Sugere que se assegure a proteção dos direitos ambientais e dos Direitos Humanos no Código Florestal.

Anísio Tormena

Acabei de gravar o Gente do Paraná com o Anísio Tormena, o presidente da Associação Paranaense dos Produtores de Bioenergia. Conversa que mereceria bem mais do que 30 minutos.
Preço do Etanol
Ele explicou o porquê do aumento do preço do etanol nas bombas. Resumidamente, em função do excesso de chuvas, do aumento do número de carros e, parcialmente, pela quebra da safra de açúcar na Índia, China e Austrália.
Portaria interministerial
Discorreu também sobre a diminuição das percentagens de etanol adicionados à gasolina. Não discordou da decisão do governo.
Presente
Na sua opinião, o etanol não concorre com a produção de alimentos e entende como adequado o Zoneamento Agroecológico da Cana-de-açúcar.
Futuro
Entusiasta dos biocombustíveis, não acredita nem mesmo que o pré-sal possa afetar o desenvolvimento da indústria dos biocombustíveis. Para ele, o futuro reserva um lugar de especial destaque para este tipo de energia renovável

BBB 10


Todo mundo detona o BBB. Até parece que ninguém assiste, ninguém gosta e que a Globo mantem no ar o programa pela decima vez por capricho. Para mim, parece Nelson Rodrigues, com a roupagem comercial global, claro.

Eixo Orientador 1 do PNDH 3

Sob o título "Interação Democrática entre Estado e Sociedade Civil", identifiquei alguns pontos mais relevantes nas 4 diretrizes deste "Eixo Orientador 1".
Projeto de lei
Recomenda-se a aprovação de projeto de lei com o objetivo de se instituir o Conselho Nacional dos Direitos Humanos e que instituições similares sejam criadas nos municípios e estados.
Desbloqueio
Também há uma recomendação ao Poder Legislativo que se desbloquei no parlamento os mecanismos de referendo popular, plebiscito, etc.. e a criação do referendo reconvocatório.
Institucionalização
Propor ao congresso o reconhecimento constitucional de instrumentos internacionais de direitos humanos novos ou já existentes ainda não ratificados.
Premonição
Construir agenda de cooperação multilateral em direitos humanos prioritariamente com o Haiti, países lusófonos africanos, Timor Leste e países Latino Americanos
Selo de qualidade
Finalmente, sugere a criação de um selo nacional de "Direitos Humanos" a ser concedido a empresas públicas e privada.

Luta

Bravamente, li a íntegra do PNDH 3 do polêmico Plano Nacional de Direitos Humanos. Aos poucos vou comentando por aqui. Mas apenas para dar uma idéia da estrutura do documento, o plano é composto por uma apresentação assinada pelo Presidente Lula, um prefácio, assinado pelo ministro Vanuchi e 25 diretrizes dividas em 6 eixos básico.Na sequência, 3 anexos: o decreto 7.037 /09 , o PNDH I e o PNDH II.

Prefácio do ministro Vannuchi

O Ministro da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República, no prefácio do PNDH, já no segundo parágrafo afirma que os Direitos Humanos são orientados pela afirmação do respeito ao outro e pela busca permanente da paz, que seria fundamentada pela "justiça, igualdade e fraternidade". Lembrou-se de algo? Parece com alguma coisa que você já ouviu? O presidente Lula foi mais explícito e traduziu literalmente os conhecidos ideais franceses .

Lula e a França



Que o presidente sinaliza já há algum tempo sua preferência peloas caças franceses para renovar a frota aérea brasileira, isso já não é segredo a ninguém. Mas as influências francesas são muito maiores do que imaginava. No texto de apresentação do PNDH 3, Lula encerra sua escrita invocando os ideais franceses de direitos universais proclamados pela revolução francesa de 1789 sintetizados pela frase de autoria de Rousseau: "Liberté, Egalité e Fraternité". O presidente traduziu traduziu literalmente para liberdade, igualdade e fraternidade. E pensar que quem estudou e lecionou na França tenha sido o FHC...
Obs.: a pintura representa a tomada da Bastilha.

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Wilmar Marçal

Amanhã, 22:30 , vai ao ar o Gente do Paraná com o reitor da U.E.L. Wilmar Marçal. O Wilmar falou sobre estudantes do HU e da casa do estudante. Também sobre gestão, sobre administração do quinto orçamento do Estado do Paraná (este é o orçamento da UEL ! ) e seus próximos passos, inclusive políticos.

Inclusão digital da Expolondrina

Isso já está decidido: a Expolondrina será objeto de algumas ações de inclusão digital. O aperitivo experimentado durante o Rural Tecnoshow, quando anunciamos em alguns blog, será radicalizado.
Projeto básico
O projeto básico já está definido mas pretendemos criar algumas ações novas que internamente já foram batizadas de Reality Show da Expô.
Modernização da comunicação
Este é o nosso objetivo principal: modernizarmos nossa comunicação, agregando ferramentas ativas de comunicação além das expositivas em ambientes digitais consagrados junto ao nosso público e a formadores de opinião.Assim, pretendemos dar um passo em direção à sintonização de nosso evento com uma importante parcela da população que se utiliza preferencialmente das redes sociais ,da blogosfera , enfim: do ambiente da internet para informar-se.

PNDH 3

Deu trabalho, mas lias 228 páginas do documento. De fato vai dar muito pano para manga. Evidentemente que, como representante do setor agropecuário, a questão agropecuária será tratada pela SR do Paraná. Mas o documento é amplo e muito abrangente, superando em muito os poucos pontos polêmicos apontados pela mída e setores insatisfeitos
Revisão
A tarde, vou revisar os pontos relacionados à agropecuária para que a Rural possa manifestar-se oficialmente. Vamos nos dirigir à Presidência da República e à Secretaria Nacional de Direitos Humanos. É importante que nossos pontos de vista , que em breve disponibilizo por aqui, sejam explicitados.
Bom para palanque
Às vezes, chego a pensar que é proposital. Chego a imaginar atores da situação e da oposição almoçando em algum restaurante de Brasilia combinando, às vésperas das eleições, um decreto polêmico, capaz de criar o antagonismo necessário para se erguerem palanques a uns e a outros.
Texto velho
A questão da revisão dos índices de produtividade, por exemplo. Nas eleições presidenciais passadas, o assunto veio à tona e os debates foram protagonizados pelos mesmos atores de hoje. Para se ter uma idéia, usei o mesmo texto que escrevi há quatro anos para escrever o editorial da Rural, serviu perfeitamente.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Menos álcool até o dia do trabalho

A partir de 1º de fevereiro de 2010, o percentual obrigatório de adição de etanol à gasolina será de 20%, pelo prazo de noventa dias. A portaria que aprova a medida foi assinada, nesta segunda-feira pelos ministros da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Reinhold Stephanes, de Minas e Energia, Edison Lobão, e interinos da Fazenda, Nelson Machado, e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Ivan Ramalho.
Até 1 de maio
A portaria estabeleceu que o prazo de redução vale até 1º de maio, quando o percentual obrigatório de adição de etanol combustível à gasolina retornará ao anterior, de 25%. O uso de etanol adicionado à gasolina serve para aumentar a octanagem e reduzir a emissão de monóxido de carbono na atmosfera.

Expo IMIN 100

Acabei de receber os empresários Atsushi Yoshi e Ywao Miyamoto. Vieram nos trazer uma edição do livro publicado referente ao evento Expo IMIN 100, realizado em 2008 aqui no Parque Ney Braga. O livro é muito interessante, graficamente impecável e as fotografias um caso à parte. As festividades relativas às comemorações dos 80 anos já haviam ocorrido aqui na Rural e termos abrigado o evento dos 100 anos foi uma honra para todos nós.

Rock in Rio


Hoje, a realização do Rock in Rio completa 25 anos. Eu fui ao Rio e pude ver de perto Nina Hagen(quem não conhece precisa ouvir pelo menos uma vez), James Taylor, ACDC, Iron Maiden, Whitesnake(espetacular!),Paralamas do Sucesso,George Benson, B-52, Queen e muito mais.Foi espetacular e inacreditável que pudessem estar aqueles super astros no Brasil.

Canal Rural

Acabei de ser entrevistado pelo Canal Rural. Falamos especificamente sobre o setor animal: leilões, expositores, quantidade de animais esperados e comercialização projetada. A Expolondrina é a primeira das grandes exposições do ano do Brasil e da América Latina: nosso desempenho sinaliza o desempenho ao longo do ano dos outros eventos agropecuários. É bom porque sempre tem muita gente torcendo a favor...

Almir Escatambulo

Conversamos rapidamente por telefone, o Almir e eu, com o objetivo de nos reunirmos para conversarmos um pouco sobre a Expolondrina, a Adevilon e as questões que aproximam o evento com a associação, ou que as distanciam. Boa conversa.

Amartya Sen

O economista indiano e nobel de economia Amartya Sen é citado em um dos textos que faz a apresentação do PNDH 3. Sua forma de interpretar,mensurar e promover o desenvolvimento serviu de inspiração ao referido plano. Mas o plano teve outras influências, mais prosaicas, e que se encarregaram de tornar o texto final mais polêmico,muitas vezes específico em excesso,menos conceitual.Aqui mesmo há um texto (www.kireeff.blogspot.com/2009/12/o-desenvolvimento-que-buscamos.html ) em que discorri sobre desenvolvimento que é basicamente fundamentado no pensamento do economista indiano. Coloquei até uma foto de um de seus livros.

PNDH 3

Você já leu? Vale a pena, mas entre o "protocolo de intenções", o decreto presidencial e mais dois anexos são nada mais nada menos que 228 páginas em arquivo pdf.

Paçoca de volta

O craque Cláudio Osti encerrou suas férias digitais e volta a ativa com metas ousadas. A todos nós, de volta a gostosa rotina de nos atualizarmos lá no http://www.pacocacomcebola.blogspot.com/

sábado, 9 de janeiro de 2010

Programa Nacional de Direitos Humanos

Para quem quiser ler na íntegra, está aí no link. Eu ainda não acabei de ler. O sábado não foi solidário aos meus esforços.
http://www.mj.gov.br/sedh/pndh3/index.html

Programa Nacional dos Direitos Humanos

Hoje, vamos ler a íntegra do Programa Nacional dos Direitos Humanos. Para variar, a questão fundiária remete a agricultura diretamente às discussões.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

O aquecimento que esfria



O aquecimento global, as alterções climáticas em escala planetára são muito mais complexas do que se pode imaginar. Há 128oo anos ocorreu um fenômeno interessantíssimo.

Era do Gelo

Naquela época, a Terra estava saindo gradativamente da última era glacial mas o progressivo aquecimento global fez com que uma imensa geleira na América do Norte descongelasse.

Água doce na água salgada

O repentino despejo de água doce gelada alterou o padrão de circulação de correntes quentes no Oceano Atlântico Norte o que provocou o aumento na formação de áreas congeladas no mar.Com a apliação destas camadas de gelo, aumentou-se a cobertura branca da superfície do planeta ampliando-se a reflexão das radiações solares e,consequentemente, esfriando o planeta.
Resultado

O resultado final foi uma queda da temperatura global entre -15 e -12 graus C em apenas algumas décadas. Portanto, aquele aquecimento inicial provocou um abrupto e repentino resfriamento que perdurou por cerca de 1000 anos. Isso ficou conhecido como o evento de Dryas e foi muito bem estudado pelo papa da ciência das mudanças climáticas Wallace Broecker.

Frio europeu em tempos de aquecimento global

A Grã-Bretanha registrou na madrugada de quinta para sexta-feira sua temperatura mais baixa desde o início deste inverno, com os termômetros marcando - 22,1ºC em Sutherland, na Escócia, apenas cinco graus da temperatura mais baixa já registrada no país, de - 27,2ºC. A previsão é de que o frio – provocado por ventos vindos do Ártico – continue na próxima semana, fazendo com que a temperatura caia ainda mais, podendo tornar este o inverno mais frio das últimas décadas.
Alemanha

A neve e os fortes ventos previstos para esta sexta-feira na Alemanha devem causar caos no sistema de transportes, segundo as autoridades. A expectativa é de que caia até 40 cm de neve no país, nesta sexta-feira. Em cidades como Dusseldorf, a Cruz Vermelha ergueu barracas aquecidas para emergências, depois que cerca de 10 moradores de rua congelaram até a morte nas últimas semanas, por causa do mau tempo.

Espanha e França

No norte da Espanha, a expectativa é de mais neve nesta sexta-feira, enquanto o sul foi atingido por enchentes.A França também se prepara para mais neve. Segundo o serviço de meteorologia francês, "a quantidade de neve esperada é significativa, excepcional até".

Leite Britânico

Durante a noite, várias regiões das ilhas britânicas sofreram com temperaturas na faixa de - 10ºC, e nesta sexta-feira, centenas de escolas continuam fechadas. A distribuição de leite também foi prejudicada, já que muitos caminhões não conseguiram chegar às fazendas produtoras.Alguns fazendeiros tiveram que jogar o leite fora, já que poucos tem instalações para estocar o produto por mais de um dia.

Eurotunel

Na quinta-feira, um trem que viajava de Bruxelas a Londres quebrou dentro do túnel sob o Canal da Mancha, provocando atrasos nas linhas da companhia. A empresa anunciou que seus serviços continuarão restringidos pelo menos até domingo.
Corte no gás

A alta demanda, provocada pelo mau tempo, aumentou a pressão sobre a distribuição de gás, fazendo com que 27 empresas tivessem seu suprimento cortado. Na quinta-feira, até 95 empresas chegaram a ter o gás cortado, mas a distribuição depois foi retomada para a maioria.
Segundo o ministro do Meio Ambiente, Hillary Benn, não há falta de gás e os estoques estão 70% cheios.As empresas afetadas, disse ele, têm um contrato especial pelo qual pagam menos pelo gás, mas podem sofrer cortes quando a demanda é alta. O ministro afirmou que os consumidores domésticos não precisam se preocupar.

Dia 19 de janeiro

Ontem encerramos o dia detalhando as informações que serão divulgadas no dia 19 de janeiro, além da própria grade de shows. Horários, pontos de venda, preços de ingressos, calendário de eventos até a Expô e muito mais informações que precisam estar todas disponíveis neste momento. Quanto à grade de shows, gostei muito.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Texto heterodoxo

A idéia hoje era escrever algo já pensando no editorial da próxima edição do do Jornal da Rural. Mas acabei achando este texto aí na postagem abaixo escrito há algum tempo e resolvi resgatá-lo pela heterodoxia do raciocínio. Analisando friamente, hoje, acho que exagerei...

Semear,preservar e voar...

Existem certas coisas que deveriam nos surpreender, mas já não conseguem o fazer. A proximidade e a freqüência acabam por transformar aquilo que realmente é sensacional em algo trivial, e passamos a não dar a menor importância.

Voar é sensacional

Voar, por exemplo. Desde Santos Dumont, ou antes, muito antes, desde Ícaro, voar é sensacional, espetacular. Entretanto, raramente nos damos conta do que significa nos elevarmos a dez, doze mil metros de altura, a 900 Km por hora, atravessarmos o mesmo oceano que a humanidade levou milênios a atraver-se a enfrentar com suas caravelas e amanhecermos, por exemplo, em Paris. Há quem reclame, inclusive, do desconforto e da demora. Dez horas da América do Sul à Europa!

Acidente da Air France

Lógico, um acidente trágico como o da Air France nos devolve à humildade e nos faz refletir à respeito da dimensão desta aventura alada trans-oceânica. Mas são três milhões de decolagens diárias ao redor do mundo e essa freqüência avassaladora é capaz de obscurecer os aspectos sensacionais do vôo humano.

Ações fantásticas

Da mesma maneira, outras tantas ações absolutamente fantásticas nos passam despercebidas. Com o ato de plantar ocorre esse fenômeno. É difícil perceber, até porque se trata de uma atividade milenar da nossa espécie, o quanto foi necessário de atrevimento para se praticar a agricultura. Característicamente humana, a ação de “descartar” o próprio alimento, enterrando-o, deixando-o à sorte dos elementos e intempéries é, sem sombra de dúvida, um ato de extrema ousadia e coragem.

Primeiro plantio

Dá até para imaginar que o primeiro plantio, a primeira semeadura humana, tenha sido na verdade uma tentativa de se esconder ou armazenar alimento que, para surpresa do homem primitivo, acabou germinando e gerando a primeira safra agrícola da história , ou melhor, da pré-história. Mas transformar este provável incidente em uma estratégia de sobrevivência tão bem sucedida, capaz de alimentar a fabulosa multiplicação de nossa espécie até aos bilhões, é mais sensacional do que dormir numa poltrona de um avião em São Paulo e acordar em Paris.

Trocando o certo pelo duvidoso

Plantar, semear o trigo, o feijão e o milho é atirar ao solo o próprio sustento. É, literalmente, trocar o certo pelo duvidoso. Trata-se de uma impressionante sofisticação do instinto de sobrevivência porque incorpora o planejamento estratégico ao mais elementar ato de alimentar-se e preservar-se.

Preservar é paradoxal

Preservar o meio-ambiente é mais ou menos como praticar a agricultura. Há também algo de paradoxal pois nossos mais ancestrais instintos nos inspiram a explorar os recursos naturais a fim de contemplarmos nossas necessidades. Essa é a lógica da relação humana com o meio-ambiente. Agora, quando se sugere que esta nossa relação imemorial seja substituída por outra, sustentável, é bem razoável que haja alguma dificuldade em sua implementação.

Bilhões

No caso da agricultura, não houvesse o homem primitivo incorporado tal prática como estratégia para aumentar a oferta alimentar, certamente a preservação da espécie humana não teria sido tão bem sucedida: afinal, somos praticamente sete bilhões. De maneira similar, quando se propõe alternativas sustentáveis para a produção e para a exploração de recursos naturais, estamos sendo tão ousados quanto o homem pré-histórico que, rompendo com os instintos primitivos, lançou ao solo seu próprio alimento certo de que aquele aparente ato insano geraria recompensas no futuro.

Práticas preservacionistas

Ao implementarmos as práticas preservacionistas hoje estamos contando com reflexos compensatórios no futuro, abrindo mão dos benefícios imediatos da simples exploração. A estratégia, neste caso, consiste em prever que a implementação de práticas sustentáveis ampliará a capacidade de suporte de nosso planeta tal qual a agricultura já faz há tanto tempo.

Com muita imaginação

Com um pouco de imaginação, é possível estimar a dificuldade de Santos Dumont em convencer a quem quer que fosse de que poderia construir uma máquina capaz de voar e, pelo contrário, hoje a aviação faz parte de nosso cotidiano.Também conseguimos imaginar o quanto deve ter sido difícil ao homem primitivo convencer seus pares a enterrar parte de seu estoque de alimentos, esperando por uma colheita futura. Entretanto, não há nada mais trivial hoje do que lançar uma semente ao solo, adubá-la e esperar pela produção.

Preservação ambiental

Assim se dará com a preservação ambiental. Princípios atualmente fortemente contestados, porque incompreendidos, deverão ser incorporados à nossa cultura quando se mostrarem capazes de promover benefícios mensuráveis. Assim, cedo ou tarde, as estratégias de preservação ambiental tão debatidas deixarão de nos surpreender e preservar será algo absolutamente trivial, tão ou mais trivial do que semear ou, até mesmo, do que voar por aí...

Álvaro Dias está na disputa

Está lá no blog Faca Amolada: O senador Alvaro Dias (PSDB), em visita nesta quarta-feira (6) a Maringá, confirmou que é pré-candidato ao governo do Paraná, apesar do crescimento do nome do prefeito de Curitiba, Beto Richa, do mesmo partido. “Todas as pesquisas, tirando o nome do meu irmão, dão a vitória ao PSDB no primeiro turno. Então é questão de analisar as consequências. Uma candidatura propõe uma disputa acirrada a outra indica uma vitória no primeiro turno”.

Beto ou Álvaro

Para Dias, a decisão do PSDB não é difícil. “São duas vertentes: se o candidato é Beto, o PSDB entrega a Prefeitura de Curitiba para o PSB e vai enfrentar uma disputa com o Osmar, em que pode ganhar ou perder. Já se meu nome for o escolhido,não se entrega a Prefeitura de Curitiba, fortalece-se a candidatura do José Serra no Estado e pode-se ganhar o governo do Estado já no primeiro turno. O partido tem que resolver e eu vou acatar o que for decidido”.

Wilmar Marçal

Ontem entrevistei o reitor da U.E.L., Wilmar Marçal no Gente do Paraná. Atendendo a pedidos (especialmente da minha esposa, ela assiste ao programa!) tirei a gravata.
Eleições simultâneas
Fomos eleitos praticamentete de maneira simultânea. Ele, reitor, poucos dias antes que eu, presidente da Rural. Além do fato do Marçal ter sido meu professor, isto gerou uma imediata aproximação e solidariedade.
Desafios
O reitor discorreu sobre os desafios que superou, as polêmicas que envolveu-se e defendeu enfaticamente suas posições.
Sequência Política
Quanto a sua disposição em iniciar uma carreira política, participando de eleições, ele deixou claro que pretende participar já em 2010.

PMDB Jovem

Agora de manhã tenho reunião marcada com o presidente do PMDB Jovem de Londrina, Bruno Ubiratan. Vamos conversar sobre este 2010 que promete ser bastante animado.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Ao campo, de novo

Hoje, continuamos andando pelas regiões agrícolas do norte do estado. Por isso, as postagens devem ficar comprometidas.

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Salário mínimo

Já havia encerrado minhas postagens de textos resgatados em meu computador mas como o tema salario mínimo está em evidência, postei o texto escrito no primeiro semestre de 2009 mas que permanece atual. Trata, entre outras coisas, do papel do salário mínimo e do bolsa família no crescimento econômico do ano passado.

Para o Brasil enriquecer


Ao analisarmos os impactos da crise econômica internacional em nossa própria economia, paulatinamente evidenciam-se circunstâncias que nos permitem ampliar nossas avaliações, não nos limitando apenas às óbvias perspectivas relativas ao desempenho do PIB ou do comportamento deste ou daquele setor da economia. Mais do que isto, esta análise também nos propicia condições para analisarmos causas, efeitos e a lógica que sustenta estas observações.
Ciclo de crescimento

É inegável que ao longo dos últimos anos nosso país experimentou um ciclo de crescimento que, se não é inédito em termos quantitativos, já crescemos mais em outras épocas, contém evidências de sustentabilidade imperceptíveis em outros ciclos de crescimento. Crescemos porque , além de exportarmos cada vez mais, fomos um dos destinos preferenciais para o investimento em negócios no mundo. De maneira concomitante,experimentamos um importante avanço em nosso consumo interno, fruto de um claro aumento do poder aquisitivo especialmente de nossas classes menos favorecidas.
Douglas North

Segundo o prêmio Nobel de economia de 1993, Douglas North, países que possuem instituições sólidas crescem de forma consistente.Ele se refere à legislação clara, com garantia do direito à propriedade, à validade dos contratos e a um judiciário eficaz, além de marcos regulatórios ordenados por agências firmes a atuantes. Como que a ratificar esta afirmação, existe uma sincronia muito clara entre a democratização de nosso país, o conseqüente fortalecimento de nossas instituições e o crescimento econômico brasileiro dos últimos anos.
Últimos 15 anos
Ao longo dos últimos quinze anos pudemos experimentar eleições presidenciais livres e diretas, concomitantes com impecheaments e reeleições. De maneira similar à este cenário político, assistimos ao pleno exercício da liberdade de imprensa e do Ministério Público, conquistas fundamentais da constituição de 1988,capazes de colaborar com o fortalecimento de nossas instituições de maneira incisiva. Foi diante deste cenário que nosso país pode combater a inflação através do plano real, desestatizar alguns setores de nossa atividade produtiva e receber investimentos estrangeiros e nacionais. Foram estes investimentos que desencadearam o crescimento econômico capaz de colaborar na transformação de nosso mercado interno ao ponto deste ser o diferencial brasileiro quando observamos o impacto da crise mundial em nossa economia.
Salário mínimo

Por outro lado,quando Douglas North defende o papel do estado apenas como agente regulador e incentivador da iniciativa privada,abstendo-se de qualquer papel intervencionista,suas considerações entram em contradição com o papel benéfico que as políticas do “Bolsa Família” e do “Salário Mínimo” desempenham ao garantirem o crescimento do consumo interno brasileiro em 2009, especialmente das regiões Norte e Nordeste do país.
Revista Exame
Em artigo publicado pela Revista Exame no início de Abril, ao contrário das regiões Sul e Sudeste com economias menos dependentes das ações intervencionistas estatais,as citadas regiões Norte e Nordeste, especialmente beneficiadas pelas políticas citadas,deverão impactar positivamente no desempenho de nosso mercado interno que deverá ganhar importância ainda maior no desempenho geral de nossa economia. Aparentemente,a melhoria da distribuição de renda é entendida como um “fim” pelo economista e não como um “meio” para se enriquecer um país, como sugere,contrariamente, o artigo publicado pela revista Exame.
Evidências

As evidências são claras. O Brasil democratizou-se, fortaleceu instituições e o país enriqueceu. Uma relação de causa e efeito explícita e que se explica através da análise de fatos e números sugerindo fortemente um caminho para quem pensa em um país enriquecido e mais justo.

PSDB e PDT juntos

Quem afirma isto é o Blog Faca Amolada. Segundo o Blog, em reunião como presidente nacional do PSDB Sérgio Guerra, em Pernambuco, o senador Álvaro Dias teria concordado em abrir mão de sua candidatura ao governo do Paraná e o mesmo ocorreria com o prefeiro de Curitiba, Beto Richa. Ambos apoiariam a candidatura de Osmar Dias ao governo do estado o que fortaleceria o palanque do tucano José Serra em sua disputa pela presidência.

Reunião de desintoxicação

A idéia era essa: retornar das férias na Rural com uma reunião de aquecimento, apenas discutindo estratégias para a execução do planejado para este ano. Doce ilusão. O pessoal não quis nem saber e pegamos para valer, já limpando a pauta, como costumamos nos referir às metas cumpridas.

Museu da Rural

As obras estão bem adiantadas. Fiquei alguns dias sem passar por aqui e as coisas andaram bem.

80 milhões de toneladas de CO2

A UNICA, União da Indústria da Cana de Açucar estima que a utilização do etanol combustível pelos proprietários de carros flex terá evitado a emissão de 80 milhões de toneladas de gás carbônico (CO2) na atmosfera de 2003 ao final de 2009. A marca deve ser atingida de acordo com o ritmo histórico das últimas medições feitas pelo “Carbonômetro”, ferramenta que estima a quantidade do poluente que deixou de ser emitida graças ao consumo do combustível renovável por carros bicombustíveis desde que eles chegaram ao Brasil, há seis anos. Para saber mais, acesse o site http://etanolverde.com.br/.
O total de CO2 que deixou de ser emitido pelos carros flex graças a preferência do consumidor brasileiro pelo etanol em vez de gasolina, segundo a Organização Não-Governamental SOS Mata Atlântica, equivale ao plantio e manutenção de mais de 250 milhões de árvores nativas ao longo de 20 anos.
Fonte: Unica

Dia de trabalho



















Hoje é dia de trabalho pesado. Durante as diversas reuniões ao longo do dia, vamos detalhando as estratégias de execução daquilo que planejamos para este ano. Somente assim vamos conseguir atingir nossas metas. E haja metas este ano...

domingo, 3 de janeiro de 2010

Acabou a moleza



















Quem descançou,ou melhor DESCANSOU com "S", ótimo. Quem não conseguiu, paciência por que à partir de amanhã o bicho vai pegar. É trabalhar para cumprirmos o planejado à risca e , assim, atingirmos nossas metas.